Afinal, por que as revisões para servidores demoram tanto?

Descubra como fazer um processo mais rápido

Pode parecer difícil acreditar, mas SIM! É possível fazer com que o processo seja mais rápido, podendo ser finalizado antes mesmo de completar um ano, a depender do caso.

 

Confesso que por algum tempo ficamos relutantes em compartilhar este post, pois a velocidade dos nossos processos é um dos fatores que nos diferencia de outros escritórios.

 

Ocorre que, são medidas tão simples e ao mesmo tempo tão valiosas, que decidimos iniciar esta série de postagens, onde toda semana abordaremos um novo tema e dica para você advogado que atua na área, ou mesmo para você Servidor que gostaria de entender mais sobre o assunto. ​Hoje vamos tratar de um dos principais motivos da demora processual: grupos com muitos autores.

Grupos com muitos autores (veja como isto pode te atrapalhar)

É comum que escritórios optem por fazer processos com 30, 50 e até mesmo 100 pessoas como autores, pois normalmente os pedidos são os mesmos e grupos processuais podem economizar muito tempo e trabalho do advogado, já que é mais fácil acompanhar um processo com 30 autores do que trinta processos individuais.

No caso de grandes escritórios, a adoção de grupos pode significar também a necessidade de menos funcionários, pois ao invés de contratar 30 advogados para acompanhar três mil processos, um único advogado poderia acompanhar 100 processos com grupos de 30 servidores.

 

Inicialmente, os processos em grupo agradavam até mesmo os juízes, pois em uma única sentença resolviam vários processos.

 

Ocorre que, na prática o que parecia ser uma ótima medida, em muitos casos acabou se tornando uma armadilha, causando lentidão e diversos problemas para os processos, conforme veremos na sequência.

 

Principais problemas:

Óbito de autores - A probabilidade de óbito de algum autor é maior em processos com grandes grupos, fato que pode atrasar o andamento processual, já que o juiz irá solicitar que o advogado apresente a documentação dos herdeiros e formulários assinados para continuidade do processo. Imagine um servidor que venha a óbito deixando cinco filhos, onde cada um reside em cidades ou estados diferentes, ou ainda, image que um dos filhos se recuse a assinar a documentação (acreditem, não é incomum).

Demora no apostilamentoA fase final do processo em grupo é a mais crítica, pois geralmente os grupos são feitos por servidores de diferentes cidades, com diferentes RHs, dificultando a comunicação judicial e fazendo com que todos tenham que esperar.

Grupos com servidores de diferentes secretarias Este problema também é bastante comum, pois para completar grupos, advogados e escritórios costumam unir no mesmo processo servidores de diferentes secretarias (saúde, educação, etc.).

Na prática isto pode acarretar lentidão, principalmente na fase final dos processos (obtenção de informes e apostilamento), pois serão várias secretarias a serem oficiadas para cumprimento da determinação ou sentença.

 

Conclusão e dica:  Para processos mais rápidos, sugerimos que os grupos tenham no máximo cinco servidores, desde que estejam vinculados à mesma secretaria, e de preferência, servidores da mesma cidade e local de trabalho. Quando for distribuir um processo, faça o checklist abaixo:

  • Grupos: Máximo 5 Servidores

  • Composição: Todos da mesma secretaria

  • Cidade: Mesma cidade e/ou local de trabalho

Benefícios para Advogado e Cliente: Pode parecer que não há benefícios para o advogado na adoção de grupos pequenos ou ações individuais, porém existem inúmeros:

  • Prazo: Processos normalmente são muito mais rápidos

  • Precatório: Quanto mais rápido o processo, menor a chance dele cair em precatório

  • Satisfação do cliente: Processos rápidos proporcionam satisfação do cliente, o que pode acarretar mais indicações e novos processos.

Meus amigos, espero que esta primeira dica possa ajudá-los em seus novos processos. Na próxima semana falaremos sobre o excesso de recursos por parte do estado e como evitar alguns recursos que podem atrasar seu processo.

São Paulo

Av. Paulista, nº 2300, Piso Pilotis, Bela Vista

CEP 01.311-200 - (Próximo metrô consolação)

(11) 2847-4909   |   (11) 9 4957-5224

Quem somos

Blog e Notícias

Palestras

Parcerias

Trabalhe conosco

Contato

E-MAIL

Acompanhe nosso Facebook

© 2010 | Advocacia Vasconcelos. Todos direitos reservados